Lembro que, antes de me converter a Cristo, me convidaram para ir a uma igreja evangélica. Eu, tosco que era, perguntei qual era o valor do ingresso. Hoje vejo o tamanho da minha ignorância, pois achava que para se assistir a um culto precisava comprar um ingresso, como se fosse a um cinema. Graças a Deus, o ingresso era de graça e pude assistir ao primeiro episódio de uma série que mudou a minha vida (para melhor e para sempre) completamente: Ser Cristão. Inicialmente, cabe dizer que Cristianismo não é uma religião, etimologicamente falando. É um estilo de vida cujo padrão é seguir e obedecer aos mandamentos de Cristo Jesus.

E por que ser Cristão é tão bom e muda a vida das pessoas?

Porque o Cristianismo torna os fardos da vida mais leves e os sofrimentos menos doloridos, afinal, Jesus disse que o Seu fardo é leve e seu jugo é suave.

Porque vive-se de uma forma que você se sente em paz com o mundo e consigo mesmo, pois Jesus disse que nos ofereceria uma paz que excederia qualquer tentativa de explicação.

Porque o verdadeiro Cristão põe a cabeça tranquila no travesseiro à noite e não tem medo de que a polícia vá bater na porta da sua casa às 6h da manhã ou invadir seu local de trabalho em procedimento de busca e apreensão.

Quando você professa a fé em Cristo, passa a a ter um Juiz interno que diz a todo momento o que é certo e o que é errado, dando-nos força para fazer o que é certo e pesando imensamente a consciência quando se faz o errado, afinal Jesus disse após sua ascensão ao céu que nos enviaria um Conselheiro, o Espírito Santo.
Porque sendo Cristão, nos sentimos protegidos a todo momento e encontramos forças onde não encontraríamos em lugar algum, resultado da afirmação de Jesus ao dizer que estaria conosco até o fim dos tempos e nunca nos abandonaria.

Porque ao se tornar Cristão você passa a conhecer a verdade sobre nossa origem e nosso destino, pois Jesus disse que Ele é o caminho, a verdade e a vida eterna.
Porque ao se tornar Cristão, passamos a entender a nossa insignificância e a maldade presente em nosso coração. Esse conhecimento nos torna mais humildes, menos egoístas e mais humanos, afinal, antes Dele, éramos como como ovelhas sem pastor, afundadas nas profundezas desse mundo perdido em dor e sofrimento.

Porque apesar de sermos miseráveis e imperfeitos, passamos a ter um alvo perfeito a nos inspirar e nos guiar, um espelho de ética, bondade e moralidade

Porque ao nos tornarmos Cristãos, passamos a ter esperança e a dar significado para a vida, pois Jesus prometeu que voltaria para buscar aqueles que só morreriam uma vez.

Porque, quando você se torna Cristão, passa a perceber que estava morto. Morto espiritualmente. Mas também encontra vida espiritual em Cristo que aniquilou a morte definitiva por meio de sua morte na cruz e sua ressurreição.

Porque o Cristianismo nos oferece a salvação, de graça, por meio da graça. E quem se importa com salvação? Se importa com isso quem tem certeza que vai ter que prestar contas no fim da vida, porquanto Jesus disse que ninguém chegará a Deus se não for por meio Dele.

Ser Cristão não é ser perfeito. É exatamente o contrário. É reconhecer o quão imperfeito nós somos e o quanto precisamos de redenção e da graça divina. Ser Cristão não é nunca cometer erros. É errar e se arrepender do erro buscando nunca mais cometê-lo novamente. O Cristianismo não é exclusividade daqueles que acham que levam “uma vida boa e reta”. Não. O Cristianismo é, principalmente, para aqueles que possuem “uma vida torta” e não estão satisfeitas e nem felizes com ela. É para aqueles que possuem uma sede insaciável e nem sabe que sede é essa. O Cristianismo é para responder a perguntas que, às vezes, nem sabemos quais são ou nem nos atrevemos a fazer. O Cristianismo, simplesmente, é.

Eustáquio Rodrigues Filho é Cristão, Servidor Público e Escritor. Autor do livro “Um instante para sempre”. Instagram: @eustaquiojrf.

Deixe uma resposta