Redação Extra MT 

Com greve dos motoristas de ônibus, a população de Cuiabá e Várzea Grande enfrente altos preços dos transportes alternativos 

Com 100% da frota de ônibus do transporte coletivo parada, o valor das taxas dos transportes alternativos, como de aplicativos Uber, 99 Pop -, subiram na manha desta segunda-feira (10),  chegando a um aumento de até 113% na corrida.

Segundo uma das empresas de aplicativos, a Uber, a alta é referente ao preço dinâmico, que acontece quando, em alguns períodos de alta, a demanda cresce e há mais pessoas utilizando o serviço, do que motoristas disponíveis.

Assim, uma corrida de cerca de 10 quilômetros, que normalmente custa R$ 15, com a dinâmica chegou ao valor de R$ 32 pouco depois das 7h30, horário de fluxo intenso.

“O mecanismo seria uma forma de ajudar a equilibrar a oferta e a demanda na plataforma, pois, de um lado, incentiva os motoristas a estarem disponíveis e, de outro, (desin)centiva o aumento da demanda momentaneamente com o aumento dos preços, por exemplo, durante uma tarde chuvosa”, explicou a Uber.

Segundo a Associação dos Transportadores Urbanos, a paralisação é de 100% dos veículos. O salário deveria ter sido pago na sexta-feira (7), o que não aconteceu em razão de dificuldades financeiras. Mesmo assim, segundo a Associação, as empresas prometeram tentar efetuar o pagamento ainda nesta segunda-feira. Estima-se que mais de 300 mil pessoas utilizem o transporte público diariamente na capital.

Deixe uma resposta