Mídia News 

As equipes de resgate da FAB e (Força Aérea Brasileira) e do Ciopaer (Centro Integrado de Operações Aéreas) resgataram com vida os dois ocupantes de um avião que desparaceu na sexta-feira (30), nas proximidades da Serra do Mangaval, na região de Cáceres.

O piloto John Venera e o copiloto Marcelo Balestrin haviam saído na sexta de Pimenta Bueno (RO) em direção a Cuiabá, mas o Cessna 182 P em que estavam perdeu o contato com o controle aéreo quando faltavam 120 km para chegar à Capital.

Conforme o tenente-coronel Juliano Chiroli, comandante do Ciopaer, Venera e Balestrin foram encaminhados conscientes para o Pronto-Socorro de Cuiabá, onde estavam recebendo atendimento médico na noite desta terça. “Eles estavam bastante debilitados. Afinal, foram quatro dias na mata”, explicou o comandante.

Segundo o militar, piloto e copiloto não apresentavam queimaduras e aparentemente não tinham nenhuma fratura, mas apenas os exames mais detalhados poderão atestar o estado de saúde dos dois.

A localização aconteceu poucas horas depois de a cunhada de Balestrin dar uma entrevista ao MidiaNews afirmando que as famílias dos dois tinham a convicção de que eles estavam vivos.

O sumiço

Piloto e copiloto decolaram de Pimenta Bueno na tarde de sexta-feira e deveriam chegar no mesmo dia a Cuiabá. No entanto, não chegaram na hora prevista e nem mantiveram contato.

As buscas aos dois começaram no dia seguinte, mas foram prejudicadas pelo mau tempo na Serra do Mangaval. Com a melhora nas condições climáticas, as equipes tiveram mais visibilidade para o resgate.

Este é o segundo caso de ocupantes de aeronaves acidentadas resgatados com vida na mata em Mato Grosso em menos de um mês. Em novembro, o piloto Maicon Esteves também passou quatro dias perdido depois de sofrer um acidente aéreo no norte do Estado. Com queimaduras graves, ele segue internado.

Deixe uma resposta