Gazeta esportiva

Antes da Copa do Mundo começar, muitos apontavam a Rússia como um dos times mais fracos da competição. Até mesmo passar da fase de grupos era visto como algo complicado. No entanto, o time surpreendeu, eliminando a Espanha nas oitavas de final, e por pouco não alcançando a semifinal.

Neste sábado, os anfitriões caíram para a Croácia nos pênaltis. Apesar da eliminação, o presidente da Rússia Vladmir Putin fez questão de elogiar os jogadores e valorizou a campanha histórica.

Através de comunicado de seu porta-voz no Kremlin, o mandatário ratificou o sentimento de orgulho: “Ele (Putin) estava torcendo pela seleção. Nós perdemos em um grande jogo e justo. Eles continuam ótimos para nós, eles são heróis. Eles estavam morrendo em campo, estamos orgulhosos com eles”, afirmou Dmitry Peskov, o porta-voz do Kremlin.

Eliminada nas quartas de final do Mundial, a Rússia alcança sua melhor campanha na história das Copas, desde 1966, quando ainda era União Soviética. Anteriormente, o time não havia sequer passado da fase de grupos nas três participações em 1994, 2002 e 2014.

Deixe uma resposta