Da Redação Extra MT

A Ponte Preta entrou pela primeira vez no G-4 – a zona de acesso à primeira divisão – da Série B do Campeonato Brasileiro neste sábado ao vencer o Cuiabá, de virada, por 3 a 1, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT), pela sexta rodada da competição. São quatro jogos de invencibilidade, sendo três vitórias consecutivas do time campineiro.

O resultado colocou a Ponte na quarta posição, agora com 11 pontos conquistados. Está a quatro do líder Botafogo-SP. Já o Cuiabá conheceu a segunda derrota consecutiva havia perdido para o Coritiba, por 2 a 1, fora de casa e caiu para a décima colocação, com oito pontos.

A derrota também tira uma invencibilidade de oito meses do Cuiabá atuando em seu estádio. A última derrota diante do seu torcedor havia acontecido no dia 22 de setembro do ano passado, quando perdeu para o Operário-PR, por 1 a 0, em duelo válido pela Série C.

O primeiro tempo foi bastante equilibrado, com os dois times encontrando espaços no setor ofensivo. O Cuiabá abriu o placar aos 18 minutos, quando Edson Borges aproveitou sobra na área e finalizou no alto, sem chances de defesa para o goleiro Ygor Vinhas.

A Ponte, porém, reagiu rápido e empatou aos 23 minutos. Abner fez ótima jogada e encontrou Rafael Longuine. O meia dominou e finalizou na saída do goleiro.

No segundo tempo, a Ponte Preta melhorou e mereceu a vitória. Logo aos quatro minutos, Roger tocou de calcanhar para Marquinhos, que cruzou na área para Camilo finalizar com precisão e virar a partida para os paulistas. Uma linda jogada.

Atrás no placar, o Cuiabá tentou empatar o duelo, mas parou no goleiro Ygor Vinhas. Num dos lances, aos 26 minutos, Rodolfo recebeu cruzamento e chutou forte. O camisa 1 fez excelente defesa.

E num lance de bola parada a Ponte Preta deu números finais ao confronto. Aos 32, Alex Maranhão cobrou falta e acertou o ângulo de Victor Souza. O detalhe é que ele havia acabado de entrar em campo – substituiu Marquinhos.

A Ponte Preta volta a campo na sexta-feira para enfrentar o Botafogo, às 21h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). Já o Cuiabá visitará o Londrina no mesmo dia, mas às 19h15, no Estádio do Café, no norte do Paraná.

FICHA TÉCNICA:

CUIABÁ 1 x 3 PONTE PRETA

CUIABÁ – Victor Souza; Toty, Ednei, Edson Borges e Alex Ruan; Jean Patrick, Alê e Escudero (Hugo Cabral); Júnior Todinho (Rodolfo), Matheus Pato (Escobar) e Felipe Marques. Técnico: Itamar Schulle.

PONTE PRETA – Ygor Vinhas; Matheus Alexandre (Arnaldo), Renan Fonseca, Airton e Abner; Edson, Camilo, Marquinhos (Alex Maranhão), Rafael Longuine (Dadá) e Gerson Magrão; Roger. Técnico: Jorginho.

GOLS – Matheus Pato, aos 18, e Rafael Longuine, aos 23 minutos do primeiro tempo; Camilo, aos 4, e Alex Maranhão, aos 32 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Ednei (Cuiabá); Matheus Alexandre e Edson (Ponte Preta).

CARTÃO VERMELHO – Alê (Cuiabá).

ÁRBITRO – Sávio Pereira Sampaio (DF).

RENDA – R$ 118.870,00.

PÚBLICO – 6.671 pagantes.

LOCAL – Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

Deixe uma resposta