Redação 

Depois de Marcos Uchoa, foi a vez de Tino Marcos. O repórter que acabou de cobrir a Copa América pediu licença e vai ficar fora do ar até o fim do ano. Um dos profissionais mais experientes e mais famosos da emissora quer descansar. Ele pediu licença não remunerada de seis meses e voltará em janeiro de 2020, como confirmou a comunicação da Globo. Não é primeira vez que Tino pede licença.

Em 2015, ele tirou um ano sabático para se dedicar à família e aos estudos e voltou ao trabalho em 2016, com uma entrevista exclusiva com Rafael Nadal no Esporte Espetacular.

Deixe uma resposta