Por Fred Huber, Rio de Janeiro

O Vasco comandado por Zé Ricardo faz jus ao apelido de “Time da Virada” que a torcida tanto gosta de enaltecer nos gritos na arquibancada. Mais do que isso. O time tem se especializado em fazer gols perto do apito final. Este ano, 13 dos 38 gols marcados foram após os 30 minutos do segundo tempo – 34%. Mostra que o fôlego dos atletas está em dia, e o coração dos cruz-maltinos também.

 Andrés Ríos comemora seu gol pelo Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco) Andrés Ríos comemora seu gol pelo Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Andrés Ríos comemora seu gol pelo Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Em cinco partidas, contra Macaé, Boavista, Fluminense e Botafogo (duas vezes), estes gols nos últimos minutos transformaram o resultado em uma vitória para o Vasco. As que estão mais recentes na cabeça da torcida são as duas últimas, contra o Flu, o 3 a 2 na semifinal do Carioca, e a de domingo, pelo mesmo placar contra o Bota, no Nilton Santos, no primeiro jogo da decisão.

Pikachu, três vezes, e Rildo, em duas oportunidades, foram os jogadores que mais conseguiram fazer gols nos minutos finais. Contra o Tricolor, Fabrício foi o herói. Domingo, o posto foi de Andrés Ríos, que marcou aos 48 e garantiu ao Vasco a vantagem para a finalíssima, no próximo domingo.

– Sempre sofrido, só fazemos gols aos 47, 47, 50. Isso nos motiva mais, não desanimamos em nenhum momento. Mostramos isso todo jogo – afirmou o atacante argentino.

 O zagueiro Paulão disse que, apesar de ninguém entrar em campo com isso em mente, os gols nos minutos finais mostram que desistir não é comum ao time cruz-maltino.

– Isso nos dá confiança, mas não é a maneira que a gente deseja ganhar. Isso é certo. A gente não entra em campo querendo ganhar aos 48. Mas também mostra a nossa força. Antes do juiz apitar, a gente não se dá por vencido – disse o defensor.

Os gols do Vasco após os 30 do segundo tempo em 2018:

– Vasco 4 x 2 Nova Iguaçu (aos 35 e 42 – gols Pikachu e Andrey)
– U. Concepción 0 x 4 Vasco (aos 33 e 36 – gols Pikachu e Rildo)
– Vasco 4 x 0 Jorge Wilstermann (aos 36 e 48 – gols Pikachu e Rildo)
– Vasco 2 x 1 Macaé (aos 50 – gol Riascos)
– Vasco 4 x 3 Boavista (aos 30, 37 e 46 – gols, T. Galhardo, Wagner e Erazo)
– Botafogo 2 x 3 Vasco (aos 38 – gol Paulinho)
– Fluminense 2 x 3 Vasco (aos 47 – gol Fabrício)
– Botafogo 2 x 3 Vasco (aos 48 – gol Andrés Ríos)

* Colaborou Roberto Maleson

Deixe uma resposta