Atualizada às 08h40 – 10/07/2018

Após três dias de resgate, 12 meninos e o seu técnico de futebol foram retirados da caverna Tham Luang, no norte da Tailândia, e passam bem. A operação desta terça-feira (10) foi a mais desafiadora, porque chovia e o número de resgatados foi superior ao das missões anteriores.

Oito crianças – em dois grupos de quatro pessoas – do time de futebol chamado “Javalis Selvagens” já tinham sido retirados da cavidade subterrânea desde o começo das operações, no domingo (8).

Atualizada às 09h00 – 09/07/2018

Informações preliminares dão conta que oito garotos deixaram a caverna no total desde ontem, segundo autoridade próximo à operação de resgate citado pela Reuters.

Mais quatro meninos foram retirados da caverna Tham Luang, na Tailândia, subindo para oito o número de resgatados, na manhã desta segunda-feira (9), 2º dia das operações de salvamento, segundo a Marinha. Cinco pessoas ainda permanecem na cavidade subterrânea, onde entraram no dia 23 de junho.

G1

Quatro meninos já foram retirados neste domingo (8) da caverna no norte da Tailândia, onde estavam presos há 15 dias, de acordo com o coordenador do resgate. Eles foram levados para o hospital da província de Chiang Rai. Os garotos estão em “perfeitas condições” , segundo a BBC.

Mais cedo, a agência de notícias Reuters afirmou que seis meninos tinham sido retirados da cavidade subterrânea, atribuindo a informação a um integrante sênior da equipe de resgate médico. A informação foi corrigida pela agência às 11h27.

Ele informou ainda que as equipes vão repor o estoque de oxigênio da caverna e que precisam de pelo menos 10 horas para se preparar para a próxima operação. Essa pausa não será superior a 20 horas.

O início do resgate do grupo – composto de 12 garotos, de 11 a 16 anos, e do técnico, de 25 anos- foi anunciado na manhã deste domingo (no horário local). O primeiro menino a deixar a caverna saiu às 17h40 (no horário local). Os nomes dos resgatados não foram confirmados oficialmente.

Após chegar à superfície, os meninos foram para um hospital improvisado, montado perto da caverna, onde passam pelos primeiros exames físicos.

Osottanakorn afirmou que 90 mergulhadores – 50 estrangeiros e 40 tailandeses – participam da operação. Mais cedo, o governo havia afirmado que 18 mergulhadores, sendo 13 especialistas internacionais e cinco tailandeses experientes, conduziriam o grupo pelos trechos inundados da caverna Tham Luang, que está complemente no escuro.

A estimativa inicial é de que toda a operação, considerada complexa e perigosa, pode durar até 4 dias.

Helicóptero militar supostamente carrega os garotos resgatados perto da caverna em Tham Luang, na Tailândia, neste domingo (8). (Foto: Reuters/Soe Zeya Tun)Helicóptero militar supostamente carrega os garotos resgatados perto da caverna em Tham Luang, na Tailândia, neste domingo (8). (Foto: Reuters/Soe Zeya Tun)

Deixe uma resposta