Francisco Gomes de Andrade Lima Filho, o Chico Lima, ex-procurador-geral do Estado durante a gestão de Silval Barbosa, firmou acordo de colaboração premiada com o Ministério Público Federal (MPF), como vinha sendo especulado pela mídia há meses.

O documento tramitou no mesmo inquérito que trata sobre a delação premiada do ex-governador Silval Barbosa, que conta com investigações realizadas pela Polícia Federal, no âmbito da Operação Ararath, coordenadas pelo delegado federal Wilson Rodrigues.

Reprodução

As suspeitas sobre a delação premiada de Chico Lima surgiram em julho de 2017, quando o ex-comparsa de Silval em diversos esquemas de corrupção, mudou sua banca de defesa, passando a ser assessorado pelos advogados Marcelo Neves e Rafael Faria, do Rio de Janeiro, e iniciando uma série de confissões nas ações penais referentes às operações Sodoma e Seven, na 7ª Vara Criminal.

Deixe uma resposta