Da Redação Extra MT

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) pediu um parecer jurídico para se posicionar em relação à abertura da CPI dos grampos, que visa apurar o esquema de grampos ilegais operado em Mato Grosso.

Botelho determinou que o procurador-geral da AL, Grhegory Moreira Maia, e o consultor jurídico da Mesa Diretora, Xito Bueno, elaborem um parecer técnico.

A consulta será realizada já que há um impasse dentro da Casa, em razão de dois parlamentares terem apresentando requerimentos pedindo a mesma investigação.

Deixe uma resposta