Caso a Justiça Eleitoral casse a chapa da senadora Selma Arruda (PSL), Mato Grosso terá a primeira eleição suplementar estadual. Até então, esse tipo de pleito somente aconteceu na esfera municipal. Em 1990, o presidente da Assembleia Legislativa, Moisés Feltrin assumiu o governo durante 34 dias até entregá-lo em janeiro de 1991 ao governador Jayme Campos, mas não houve eleição suplementar. Feltrin assumiu porque o governador Edison de Freitas renunciou ao sofrer um acidente aéreo. Freitas se elegeu vice em 1986, na chapa de Carlos Bezerra, que deixou o cargo para concorrer ao Senado.

 

Deixe uma resposta