A juíza aposentada e senadora Selma Arruda (PSL-MT) defendeu o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que teve trechos de conversas com o procurador Deltan Dallagnol, divulgadas nesta semana, onde falavam da Operação Lava Jato.

Para a senadora, as conversas vazadas no domingo (9) pelo site The Intercept não mudam os fatos apresentados nas acusações contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso por condenação dada por Moro em relação ao tríplex do Guarujá. Sobre uma suposta cooperação entre o procurador Deltan Dallagnol e outros membros da força-tarefa da Lava Jato com o então juiz, Selma disse ver um viés de interpretação nos trechos divulgados. “Não vi essa cooperação, depende da conotação que se dá e do contexto da divulgação. São frases isoladas”, afirmou.

Compartilhar
Notícia anteriorAmigo alerta amigo
Próxima notíciaVinícius Segatto

Deixe uma resposta