O Ministério Público Federal emitiu parecer nesta segunda-feira contra a manutenção da cassação do mandato da prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), o vice José Anderson Hazama (PRTB) e ainda o vereador Chico Curvo (PSD), atual presidente da Câmara. Os três perderam os mandatos por decisão do juiz Carlos Rondon, que apontou abuso de poder político e econômico por prometerem solucionar o problema de falta de água num bairro da cidade.

Para o MPF, não houve desequilíbrio político. Agora, o parecer será anexado ao processo que deve ser julgado nos próximos dias pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Deixe uma resposta