Redação 

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso cancelou a inscrição eleitoral de 124.780 eleitores de Cuiabá e 54.755 de Várzea Grande, que não fizeram o cadastramento biométrico. Até que regularize a situação, o eleitor com o título cancelado não pode obter a certidão de quitação.

A revisão do eleitorado com coleta de dados biométricos foi realizada em Cuiabá e Várzea Grande, no período de 13 de fevereiro de 2017 a 23 de novembro de 2018. Em Cuiabá, 68,62% dos eleitores compareceram à Justiça Eleitoral e cadastraram-se biometricamente, sendo que em Várzea Grande este percentual foi de 71,27%.

O eleitor de Cuiabá e Várzea Grande que teve o título cancelado deve procurar um dos postos de atendimento ao eleitor instalados em seu município. Para regularizar a situação é necessário apresentar um documento oficial com foto e comprovante de residência.

Na capital mato-grossense o atendimento ao eleitor acontece na Casa da Democracia – situada na avenida do CPA, das 07h30 às 13h30 e nas unidades do Ganha Tempo, situadas na região central – Prainha e CPA I, das 08h às 18h.

Já em Várzea Grande, o atendimento ao eleitor acontece na Central de Atendimento situada Avenida Castelo Branco, n. 47, Centro, das 7h30 às 13h30.

Revisão do Eleitorado –  A revisão do eleitorado de Cuiabá e Várzea Grande foi homologada pelo Pleno do TRE no dia 18 de dezembro. Na ocasião, o corregedor regional eleitoral de Mato Grosso, desembargador Pedro Sakamoto explicou que todo o processo de revisão foi conduzido com respeito aos tramites legais e de forma a garantir a qualidade no atendimento ao cidadão eleitor.

“Foi dada a necessária publicidade da revisão aos eleitores, aos partidos políticos, ao Ministério Público Eleitoral, à imprensa e aos órgãos locais, constatando-se, dessa forma, que todas as formalidades legais previstas na legislação de regência foram rigorosamente obedecidas. Além disso, a Justiça Eleitoral, com a ajuda de Instituições públicas e privadas parceiras, instalou postos de atendimento em locais estratégicos de Cuiabá e Várzea Grande”.

Compartilhar
Notícia anteriorSegurança
Próxima notíciaSantuário

Deixe uma resposta