Redação Extra MT 

O desembargador Orlando Perri julgou nula a sentença proferida pela juíza aposentada Selam Arruda, que condenou o ex-deputado estadual Humberto Bosaipo. Em 2017, Humberto foi condenado  a 18 anos e 4 meses de prisão. sob acusação de desviar R$ 1, 6 milhões da Assembleia Legislativa (ALMT) em esquema desbaratado em processo oriundo da Operação Arca de Noé.

“Vou me abster de ler porque o voto é muito extenso, mas vou acolher a exceção de suspensão, sim. Estou julgamento parcialmente procedente o pedido de exceção de suspeição proposta por Humberto Bosaipo em face juíza aposentada Selma Arruda declarando a nulidade da sentença por ela proferida em 26 de outubro de 2017”, disse Perri, que teve seu voto seguido pelos demais desembargadores da 1º Câmara.

A decisão foi tomada durante sessão na tarde desta terça-feira (13). O relator da ação de suspeição, Orlando Perri, votou pelo acolhimento parcial do pedido da defesa do ex-conselheiro.

Deixe uma resposta