Redação Extra MT

A empresária e digital influlencer Lidiane Campos, 30 anos,  atual esposa do ex-deputado federal  Adinton Sachetti (PRB), se envolveu em uma acidente,  que resultou na morte de uma criança de 3 anos, identificada como Daniel Augusto da Silva.  O acidente aconteceu na noite deste domingo (11), quando a caminhonete que a digital influlencer dirigia, bateu em uma moto, pilotada por Marcos Souza da Costa, de 30 anos, pai de Daniel, na cidade de Rondonópolis.

De acordo com a policiais, Lidiane  teria avançado a preferencial, em alta velocidade, quando se chocou com a moto. Diante da situação, a empresária pegou uma via na contramão em fuga e abandonou a caminhonete alguns metros depois. O carro foi apreendido e levado a 1ª DP de Rondonópolis.

Outro lado 

Sachetti declarou que, diferente do que foi registrado no BO, Lidiane não fugiu da cena do acidente. O ex-deputado relatou  que a esposa, assim que aconteceu a situação, ficou sem saber o que fazer, saiu, mas voltou logo em seguida. Porém, quando chegou ao local, mediante comoção dos populares, teria recebido uma série de ameaças. Nisso, um homem, o qual Sachetti não soube identificar, a trouxe para casa.

De acordo com o ex-parlamentar, Lidiane foi levado a um hospital, onde recebeu atendimento e foi sedada. No momento, ela se encontra em casa, ainda sob efeitos dos sedativos e sem condições de prestar depoimentos. Sachetti garantiu que a esposa se apresentará na delegacia e colaborara com a polícia.

Um advogado do ex-deputado já teria procurado a família da criança, para oferecer ajuda. Porém o pai do menor nega essa. “Até agora, não deram nenhuma assistência, como estão dizendo. Estamos arcando com tudo, mas também não queremos”, disse o homem com a voz embargada.

O corpo da criança está sendo velado na União Familiar, Funerária São José, Vila Operaria, em Rondonópolis. O enterro está marcado para acontecer às 15h30 no Lourencinho.

 

 

Deixe uma resposta