G1

Equipes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), com o apoio de agentes da Polícia Federal, desencadearam, na manhã desta terça-feira (5), operação no Distrito Federal e em 14 estados brasileiros para coibir o tráfico de animais. Hoje se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Agentes cumprem mandados de busca no Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

Até as 7h30, pelo menos duas pessoas tinham sido detidas no Rio, com 30 animais apreendidos. São cobras, lagartos, aranhas e pássaros. Segundo o Ibama, os detidos são pai e filho, e este era o responsável pela venda na internet.

Em sete meses de investigação, o instituto conseguiu identificar os nomes de pessoas que vendem animais da fauna natural brasileira pela internet. Eles usavam pseudônimos ou nomes falsos em redes sociais para vender pássaros e répteis como cobra, camaleão e lagarto.

Segundo o chefe da divisão técnica do Ibama, Nelson Feitosa, as equipes se dividiram entre quatro endereços para cumprir mandados de busca e apreensão em diferente regiões do Rio de Janeiro.

Os agentes estão na Tijuca, na Zona Norte, em Santíssimo, na Zona Oeste, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, e em Niterói, na Região Metropolitana.

Deixe uma resposta