Redação

Em sete dias, 151 autores de crimes foram presos pelas forças de segurança na Região Integrada de Segurança Pública (Risp 6), que tem como sede o município de Cáceres (217 km ao Oeste de Cuiabá). A operação “Fronteira Integrada”, deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) terminou na última sexta-feira (31.05) e contou com um efetivo empregado de 286 profissionais que atuou nos municípios de Cáceres, Mirassol D’oeste, Porto Esperidião, São José dos Quatro Marcos, Araputanga, Rio Branco e Lambari D’Oeste.

Ainda durante a operação foram abordados 3.952 pessoas e 1.205 veículos, totalizando 11 veículos recuperados. Ao todo, 11 armas foram apreendidas e o Corpo de Bombeiros Militar realizou 149 fiscalizações em estabelecimentos comerciais. Nove adolescentes foram apreendidos por envolvimento nos crimes na fronteira.

“Avalio como muito positiva a Operação Fronteira Integrada na RISP 6 por dois aspectos, primeiro pela integração de todas forças que compõe o Sistema de Segurança Pública em nível Federal e Estadual e também do município. E segundo porque esse aporte de meios na região trouxe um resultado e uma produtividade robusta para operação impactando no controle dos crimes praticados na região de fronteira”, ressalta o secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Victor Paulo Fortes.

Participaram da operação, profissionais da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Politec e Detran, além das forças especializadas, Força Tática (PM) e Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra), Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Exército Brasileiro e Marinha do Brasil.

A Risp 6 é composta pelos municípios de Cáceres, Araputanga, Curvelândia, Glória D’Oeste, Mirassol D’Oeste, Porto Espiridião, Indiavaí, Lambari D’Oeste, Reserva do Cabaçal, Rio Branco, Salto do Céu e São José do Quatro Marcos.

Deixe uma resposta