Redação Extra MT 

 Na noite deste domingo (23), um homem sofreu mutilação, praticada populares no município de Itanhangá (a 494 km de Cuiabá). A agressão ocorreu, segundo a Polícia Civil, se deu após o homem ter sido acusado de estuprar as duas netas –  uma de seis e outra de cinco anos.

O suspeito, A.C, foi internado no Hopital Regional de Sorriso, com o órgão genital mutilado a 420 km de Cuiabá. Ele foi amarrado por dois homens que chegaram no local por volta das 18h. Em seguida, foi mutilado com um canivete.

O estupro das netas teria acorrido em 2016, em um assentamento em Nova Maringá. Segundo a Polícia Civil, A.C. fugiu após a família descobrir o crime e foi reconhecido no último final de semana, em Itanhangá.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

 

Deixe uma resposta