Redação Extra MT

Uma comitiva do governo boliviano e empresários esteve reunida nesta sexta-feira (30) com o governador Mauro Mendes. Durante o encontro, foi tratado sobre um possível aporte de energia elétrica, que poderá vir da Bolívia por Mato Grosso.

Foi apresentado a Mauro um projeto visa à construção de uma indústria termelétrica na cidade de San Mathias, na Bolívia, e uma linha de transmissão até o município mato-grossense de Jauru (300 km de Cuiabá).

“O estreitamento de relações com o país vizinho é fundamental, pois não estamos isolados, estamos no centro da América Latina e precisamos utilizar isso em nosso favor. Qualquer projeto que seja para beneficiar a população de Mato Grosso terá o apoio do Governo”, disse Mendes.

Inicialmente, o projeto é de fornecimento de 60Mw para o estado, mas pode chegar até a 90Mw. Além da energia elétrica, os bolivianos também têm interesse em fornecer a Mato Grosso minerais como o cloreto de potássio, muito utilizado na agricultura.

Estes minerais são extraídos no Salar de Uyuni, o maior deserto de sal do mundo. Uma comitiva do Governo mato-grossense deve visitar a indústria ainda em setembro.

“A Bolívia é um país que tem grandes fontes de energia e minerais e muito interesse em trabalhar junto com Mato Grosso. O governo boliviano e os empresários veem o potencial do Estado, que é próspero, rico e tem muito que crescer nos próximos anos”, explicou César Miranda, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico.

Deixe uma resposta