Redação 

O governador Mauro Mendes (DEM) disse que seu foco neste momento é organizar o Estado. Mendes fez a declaração ao ser questionado sobre as eleições 2020, em coletiva nesta quinta-feira (15).

O partido do governador, o Democratas, está no centro das conversações, tendo em vista que o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), busca apoio da legenda por uma possível reeleição no ano que vem. Por outro lado, o chefe do DEM no Estado, Fábio Garcia, nega veementemente caminhar com o atual prefeito.

Mauro Mendes também afirmou, em entrevistas anteriores, que, pessoalmente, não apoiará Pinheiro, mas afirma que o diálogo está mantido dentro do partido.

“Estou sempre à disposição do meu partido, participei de conversas aqui sobre Cuiabá, como participarei em outros municípios. Houve sim conversa com alguns (possíveis candidatos próprios) e isso não tem problema. A política é a arte do diálogo. É permanente”, afirma.

Segundo ele, as eleições devem ser tratadas com mais rigor no futuro. A prioridade agora é outra. “Fui eleito para ser governador de Mato Grosso e minha principal tarefa é cuidar do estado, resolver problemas de gestão, administrativos, consertar o estado. Essa tarefa demanda muita energia, coragem e disposição para o enfrentamento. Fazer política é necessário, mas ela não é minha prioridade nesse momento”.

Deixe uma resposta