Redação 

O Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), publicou em Diário Oficial que circula nesta quinta-feira (23) as portarias n°141/2019 e 142/2019, informado o pagamento no valor total de R$ 6.197.355,82, destinado ao custeio de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). O montante faz referência às competências de janeiro e fevereiro de 2019.

De acordo com as informações do Diário, a primeira portaria menciona o valor de R$ 854.360,00, que foi transferido ao Fundo Municipal de Saúde (FMS) da cidade de Tangará da Serra e será repassado a duas unidades hospitalares do município. O Hospital das Clínicas Soc. Méd. Vida e Saúde receberá R$ 433.030,00 e o Hospital e Maternidade Santa Ângela, R$ 421.330,00.

A segunda portaria, no valor total de valor de R$ 5.342.995,82, foi paga ao FMS de Cuiabá e deve ser destinada a 11 hospitais do Estado: Amecor (R$ 15.146,88), Femina Hospital Infantil e Maternidade (R$16.589,44), Hospital do Câncer de Mato Grosso (R$255.33,12), Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (R$ 1.679.864,32), Hospital Geral (R$ 742.181,88), Hospital Santa Helena (R$ 682.191,86), Hospital Julio Müller (R$ 407.132,08) e Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá (R$ 51.932,16).

Além das unidades de saúde da Capital, essa parte da verba também contempla os municípios de Várzea Grande, Juína e Tangará da Serra. O Hospital e Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande recebeu R$ 368.574,08, o Hospital Sociedade Juinense de Diagnóstico e Med. Intensiva R$ 364.000,00, Hospital das Clínicas Soc.Méd. Vida & Saúde R$391.625,00 e o Hospital e Maternidade Santa Ângela R$ 368.420,00.

Os recursos são transferidos pela SES-MT e repassados aos Fundos Municipais de Saúde, que efetivam os pagamentos por serviços executados pelas unidades hospitalares. O setor financeiro da SES-MT confirmou que os valores já foram pagos.

Deixe uma resposta