Redação Extra MT 

O Governo de Estado encaminhou, na última semana, o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), exercício de 2020, para o Poder Legislativo estadual.  O projeto prevê  uma receita de R$ 19,155 bilhões e despesas da ordem de R$ 19,863 bilhões, totalizando um déficit de R$ 708 milhões. O texto foi lido no plenário pelo presidente da Casa, o deputado Eduardo Botelho (DEM), na sessão da última terça-feira (4).

Na mensagem, o  Governo justifica que a proposta formulada está em sintonia com os cenários políticos, econômico e social, resultando da realidade econômica e financeira do Estado, considerando estimativas de receitas, de despesas e de metas fiscais em função da política fiscal vigente.

Eduardo Botelho afirmou que já fez um calendário para a tramitação do projeto na Casa e sinalizou que a  aprovação acontecerá no máximo até a primeira quinzena do mês de julho. “Fizemos um calendário dessas votações, dando 30 dias para os deputados apresentarem emendas e, depois, temos aí em torno de mais duas semanas para discutir e votar nas comissões da Casa”, afirmou.

Botelho também disse ter fixado um prazo de até 30 dias para que os deputados da Casa apresentem emendas ao texto. “Encaminhamos cópia a todos os deputados, ao presidente do Tribunal de Justiça, à Procuradoria-Geral de Justiça, para que possam também apresentar sugestão, caso queiram. E vamos dar celeridade nessa tramitação, para não acontecer igual ocorreu em 2018, quando a LDO foi aprovada já no final do ano”, acrescentou o presidente.

Deixe uma resposta