Única News 

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (DEM), já tomou uma decisão com relação a Santa Casa, que está de portas fechadas a mais de um mês. Em conversa com a imprensa, nesta segunda-feira (22), ele descartou a possibilidade de uma intervenção na unidade hospitalar sem apoio do Ministério da Saúde e Governo do Estado.

Segundo ele, a Santa Casa é uma instituição privada com sérios problemas de gestão que ele não pode enfrentar sozinho. “Uma possível intervenção tem que ser precedida do envolvimento direto e seguro do governo do Estado, até porque 70% dos pacientes são do interior do estado. E Também do Ministério da Saúde porque a saúde pública é universal. O SUS é universal. Havendo essa garantia, e aí temos que discutir”.

Antes de tomar qualquer decisão, Pinheiro conta que está analisando os aspectos financeiro, administrativo e jurídico. “Cuiabá tem que ser preservada. Eu não posso trazer esse problema de má-gestão para dentro da prefeitura”, acrescentou o prefeito.

Pinheiro não diz que não quer colocar em risco as contas da prefeitura que, segundo ele, está equilibrada. “Qualquer coisa diferente disso vai depender de apoio, recurso e resguardo para garantir a prefeitura, que hoje tem as contas equilibrada. Eu não posso puxar para a prefeitura uma crise que Cuiabá não tem culpa”, justificou o prefeito.

Deixe uma resposta